FRANGO FINO 177 | THE KING OF PERUAS

FRANGO FINO 177 | THE KING OF PERUAS

dez 01

Arte do banner por Diego Shinobi

No Frango Fino 177, Doug Bezerra, Doug “Esse Queixo Sou Eu” Lira e Guigui Maldonado conversam sobre:

  • The King of Fighters | Game ganhará novo mangá
  • Roberto Carlos e U2 | Conheça o ranking dos artistas com turnês mais vendidas no Brasil
  • #FrangoAjuda | Te ensinamos a tirar a soneca perfeita

A programação musical

  • AC/DC – Rock or Bust
  • AC/DC – It’s a Long Way to the Top (If You Wanna Rock ‘N’ Roll)
  • The Offspring – Sin City (Cover AC/DC)

Participe do Padrim do Frango!!

anucio-padrim

 Comentado durante o programa

Para falar com a gente

E-mail: podcast@frangofino.com

Twitter: @frangofino

Tempo do programa:  64 minutos

————————————————————-

Podcast com música: 


Download/Dolomde (Para baixar o podcast, clique com botão direito do mouse e “salvar link como”).

————————————————————-
Podcast sem música: 


Download/Dolomde (Para baixar o podcast, clique com botão direito do mouse e “salvar link como”).

  • E pensar q meu pai levava a gente (2 meninas) na casa de fliperama. =)

  • Nunca liguei pro Coldplay, mas depois de ver alguns vídeos do amigo q foi no show, quero ir num próximo show deles.

  • Filipe Augusto

    Cara, essa desculpa do Doug Lira pra ir no fliperama, eu já usei e muito! Sempre falava que o bêbado famoso da rua tava muito louco e eu entrei no fliperama pra esperar ele ir embora. Até o dia que meu avô foi comprar refrigerante (porque o fliperama era numa distribuidora) e me viu lá, sem nem sinal do bêbado na rua.

  • Andersauro de Taubaté

    Ouvindo sobre o KoF lembrei que quando era um jovenzinho eu não entendia nada das falas dos bonecos…Maaaaas eu ficava orgulhoso porque tinha um golpe do Iori Yagame que ele dizia o nome do meu bairro: Sabará! (em 3 segundos)

    https://youtu.be/EMXrvExHoH0?t=3s

  • Juliano Biato

    Nossa, assunto fliperama sempre rende ótimas historias. Eu por exemplo já cabulei muita aula e também muita “missa”, isso mesmo, missa! Saía na intenção de ir para a igreja (pelo menos minha mãe achava isso) e parava em um uma casa de fliperama que tinha praticamente na frente. O dono do local pra nos ajudar virava as máquinas para que elas ficassem de costas para a rua e assim, nós pobres pecadores, estávamos sempre protegidos de quem passava do lado de fora.

  • Pyetro Mammoccio

    Entre meus primos e amigos sou conhecido como o viciado dos jogos de luta por conta das visitas constantes ao fliperama hahahahahahah

    King Of FIghters 97 era motivo pra reunir a primaiada pra ” tirar uns contra”, Puta saudade

  • Pyetro Mammoccio

    DOUG LIRA SEU GORDO GOSTOSO, ME BEIJA

  • Patricia Giovanetti

    Franguinho falando de KoF é sempre amor! Queria só lembrar que a base do KoF, além do Fatal Fury que vcs comentaram, é também feita pelo Art of Fighting (de onde vieram o Ryo e o Robert, por exemplo).

    Sobre o anime, tem um que é o Another Day (recomendo bastante), e tem um outro que ta saindo em capítulos que é o Destiny. Esse link aí:
    https://www.youtube.com/watch?v=YH2qwCgeYIg

    E desculpem a empolgação, mas The King of Fighters é uma paixão! hahaha

    Beijo grande, meninos!!

  • Helcio Leite Inhof

    Eu TB não era muito adepto ao King Of Fighters, mas falando sobre não ter o 93, 92 etc, era justamente por causa do Fatal Fury, onde a estória dele era pra escolher o King Of Fighters entre 3 personagens, e a franquia de KoF veio com mais escolhas de personagens.

    Sobre a época mágica dos fliperamas minha mãe nunca achou tão ruim, mesmo pq ela me fazia fazer pagamentos no centro de SP é com o troco eu sempre ia jogar um fliperama. No meu bairro, a Praça da Árvore tb tinha um NeoGeo Center, mas assim como o GuiGui Maldonado eu ia muito no Shopping Ibirapuera, mas não pq eu era Playboy, mas eu estudava próximo ao shopping, então entrava, fazia a primeira aula, pulava o muro e ia pro shopping gastar meu dinheiro da condução no fliperama, voltava pra escola fazia a última aula e passava por baixo da roleta do ônibus pra voltar pra casa, eu estava a tarde nessa época e eu repeti de ano por conta disso, mas disse aos meus pais que era por que não me adaptei ao horário da tarde. Mas tenho saudades do fliperama do shopping Ibirapuera